Segunda-feira, 14 de Abril de 2008

A cama dos amantes...

Bem ppl…..

 

Já sei que é uma coisa velhinha, nem sei já quantas vezes postei isto, mas pela falta de inspiração.....e tambem porque tenho fans novas no blog, achei que devia mostrar algumas das minhas coisinhas que mais gosto.

De facto este é um dos textos que escrevi que mais gosto.

 

Olhem, acontentem-se IoI

 

PS: desculpem a musica ser repetida....mas....o MP3 pareçe que anda ganzado.

.

.

.

.

"A cama dos amantes"

 

 

 

Quem chegar primeiro espera

o local é sempre o mesmo e...

basta um telefonema para nos fazer encontrar

de manhã de tarde ou á noite, quando ele não estiver

encontramo-nos outra vez para nos voltar a deixar.

 

No escuro....

eu tu e mais niguém....

o medo vai-se embora

e numa cama que não nos pertençe

despidos para nos amar-mos mais

com os olhos e o coração no prazer

que fáz parte de nós.

 

Dizer-se amo-te no intervalo de um respiro

olhar para o chão e ver como dormem as nossas roupas

fumar em dois....

para sentir-se mais unidos

e depois morrer.

 

Depois morrer quando acabamos de fazer amor,

Depois morrer quando te revestes devagar,

Depois morrer quando te olhas ao espelho e.....

és mais bonita.

 

Depois morrer quando me dás o ultimo beijo,

Depois morrer quando me foges das mãos,

Depois morrer quando me dizes : vou-me embora.

E eu que te quero ainda.

 

Sim, quero-te ainda.....

quando estás no meio das escadas e me dizes....

vemo-nos amanhã ou depois ou quem sabe quando

e eu fico sozinho neste quarto de Hotel

a acariçiar a cama

os lençois que estão frios

como este amor sem ti e…..

 

E penso à noite quando estás com ele

quando ele te acariçia e tu não podes falar

farás amor sim, farás amor com ele

mas de certeza que pensas em mim.

 

Só em mim.

 

 

 

 

Mané

 

 

Som: Zucchero-Pure love

publicado por Frágil às 20:35
link do post | favorito
De Velucia a 15 de Abril de 2008 às 00:32
Me aguarde!
Estou respondendo este belo poema "a cama dos amantes".
Também como poema
O qual está deixando-me
Muito delirante!


De Frágil a 15 de Abril de 2008 às 05:40
Aguardando....IoI


Delirante?!?!?! IoIoIoI



Bêjuuuuuu


De Velucia a 19 de Abril de 2008 às 08:20
Sábado, 19 de Abril de 2008
"OS AMANTES" IN "A CAMA DOS AMANTES" (FRÁGIL)
“OS AMANTES”



Ao Sinal do telemóvel.

Marcamos o local

Aguardo sua chegada

Para juntos irmos ao Hotel.

Assim ficou combinado

Permaneço no local...

Aguardando o horário marcado

Mas Tu... Sempre atrasado.

É o local que eu conheço... Sempre o mesmo...

O hotel dos nossos sonhos

De nossos desejos e...

Beijos apaixonados.





Manhã, tarde ou noite?


Não, não pode ser!

A qualquer horário

À noite pra Tu... É complicado

Chegamos... Ainda está dia.


Entramos...

O sol ilumina o ambiente

Por trás do teto transparente.

Deparamos com a cama arrumada.



A nossa espera



Começamos...


Com nossos beijos molhados.

Juntos e abraçados.

As carícias se iniciam...

As mãos...

Deslizando pelos corpos

Troca, Paixão, Desespero.

Desejos que nos fazem despidos.

Roupas jogadas na cama e no chão.



Esquecemos o mundo lá fora

Vivemos nossos desejos

São poucos momentos

Pra vivermos nossa Paixão.



A cama é o primeiro local

Dos nossos corpos nus

A cama... É nosso segredo

Segredo por desvendar.



Digo-te... Te Amo no intervalo de um beijo

Olhando... Olhos nos olhos

Tocamos nossas peles

E sentimos arrepios.



Para selar a União...

No mesmo copo deliciamos um vinho.

Trocamos "bis" com sabor de nossas línguas.



Naquele ambiente

Na banheira de espuma

Trocamos nossos fluídos


Voltamos pra cama

E explodimos no gozo.

Ato do Prazer

Que acabamos de ter.



Relaxamos, embriagamos

Nossos corpos de paixão.



Recomeçamos...



Nossos lábios se encontram

Trocamos novamente...

Beijos suaves de Amor

Sentimos nossos corpos como espelhos

Que não os deixa mentir.



Refletem duas almas

Tu és meu e eu sou tua

Somos uma só luz refletida no espelho.



Chegou...

A hora da despedida



Choro quando me dizes Adeus

Choro sabendo que não voltarás.

Fico sozinha no meu leito

Sentindo teu perfume

Que me faz vaguear



Pensando em Ti e no que aconteceu...



Tu foste embora

Porque “Ela” nos dividiu

Fui primeira.“Ela” segunda.

Tornei-me a "outra" para contigo ficar.



Agora...

Tu sabes que a vítima fui eu

Daquela senhora que Tu escolheu

Sofri, dividi e renasci!

Ao que me aconteceu.



No nosso quarto...

Nossa cama espera-te

Os lençóis têm seu cheiro

Que me fazem pensar.



Venha, me toma, me joga na cama.

Faz-me deitar

Arranha-me, beija-me, cheira-me.

Toma-me inteira

Sou tua... Toda tua

Venha pra continuarmos

O nosso desejo

Sem medo de Amar.



«ME AMO EM VOCÊ»










publicado por velucia às 07:12
link do post | comentar | adicionar aos favoritos
Adicionar ao SAPO Tags |





Blogar isto


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


favoritos

*Laura c`è*

*Chamem a Policia*

*QUEEN*

*Vigaro cá Vigaro lá*

*Perfume Patchouly*

*Grease*

*Just an Illusion*

*Help*

Um anjo da guarda em carn...

Amar é....

pesquisar

 

Posts recentes

A cor das minhas palavras...

„Amores longuinquos“...

Pelos teus Olhos I...

Sexo...

Sem sentido...

Silêncio...

O Amor és TU...

As minhas lágrimas...

Corações fortes...

Amor em plena liberdade.....

A voz da razão...

Carta de Amor Xaparrense....

Carta de desamor, O Amor ...

Nós Romanticos...

Palavras...

Apocalypse...

O sabor de um beijo...

O Infinito...

"Regresso" (2)

O Regresso...

Neste mundo de ladrões...

As Mulheres sabem...

Em órbita...

A quatro olhos...

Com tudo o que temos mais...

Palavras perdidas...

Memories I...*Os dias do ...

Ausente/Presente...

Falta de Tempo...

PARABÉNS

Curta-Metragem...

Guilty pleasures ...

Onde nasce Sol...

Deixa-me RiR...

"Memoria em 6 palavras"

Ma...

Private Property...

Click Me...

Estrela...

Rebelde...

Welcome....Ki

Amores...

Poucas Palavras...

Bolota Luminosa...

O Amor...

Pelos teus olhos...

Guerra...

Calor Frágil...

Nas Nuvens...

Escultura...

Arquivos

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007