Sábado, 10 de Novembro de 2007

Á espera...

.

.

"Estou á espera"

 

 

Estou á espera...

De outro dia e quando virá?

Já nem sinto o amargo do café

Que não me deixa dormir mais uma vez

E não sabe que estou a pensar em ti

Em ti...que quiçá tambem estás a pensar em mim

 

Estou á espera...

Debaixo desta Primavera

Sem rosas e sem ti que és uma rosa

E se me picas não me magoas...fazes-me bem

Falo de ti para não morrer

E não me importa de quem se canse de ler este amor por ti

 

Estou á espera...

Que não se adormeça este pensamento

Este pensamento que me mata e me dá vida

 

Estou á espera...

Do meu amor e quando virà?

O meu amor que és tu

E tens o coração no mesmo pensamento

  

Estou á espera...

De outro dia e quando virá?

A esperança é um porquê

Pendurado numa resposta que não existe

Mudam-se os tempos mas não a vontade de ti

E eu sou esta luz que tu não ves

  

Estou á espera...

Do meu amor e quando virà?

O meu amor que és tu

E tens o coração no mesmo pensamento

Pensamento que não nos pode deixar

E que trava todas as possibilidades remotas de nos esqueçer

  

E fico á espera...de ti...

Para sentir a liberdade

Espero no coração

Aquele amor...

  

Que tu conheces já.

 

 

Mané

 


publicado por Frágil às 11:00
link do post | comentar | favorito
13 comentários:
De tugafixe a 10 de Novembro de 2007 às 15:22
Ora mutas boas tardiiis compadriiii!!!

Vocemecê nã me diiisse dadondiiii era o sê sutaque. Mas ê julgo que é da Vidiguera. Se nã fôr nã importa nada.
Olhiii, ê gustê muto deste sê poema. Como o mê estáminé anda sem inspiração, acha q´estou autorizado a botar lá este sê poema?

Abraçuuu e boa sesta!


De mnike30 a 10 de Novembro de 2007 às 21:48
Boa sesta???
Ma, atão hoji num é sábado?
(seus doidos! )

Este poema é lindo, sim senhori e esse café então... humm cheira tão bem!
BêjuuussS


De Frágil a 10 de Novembro de 2007 às 23:22
Ah mas isto aqui os sabados na existem, alias, o ritmo da vida leva a que todos os dias sejam dias de stress e trabalho, a vida de hoje quase nos tira a noçao dos dias que deveriamos descansar, é sabado? na notei.

O cheiro deste caféiiiii faz até ter comichao no cabelo IoI.


Ora más bêjuuuuss em vocemessei cumadri


De Frágil a 10 de Novembro de 2007 às 22:00
Ora essa!!!!!!!! compadriii, leve leve, tem problema nao!!!
O sutaque, ah pois é.....Redondo...Reguengos e tal, mas com muita ferrugem, eu mesmo sinto, noto eu mesmo que os 25 aninhos em terras "alemoas-helveticas" se notam pa karaças, até mesmo no alentejano se nota, fará no portuga!!!!! mais vai-se induuuu e sorrinduuuuu.
Qto a inspiraçao andamos um cadinho na mesma, alias, eu é mais falta de tempo.....na tenho tido tempo nem pa responder aos comentarios ultimamente, tou a ficar kà um desleixaduuuuuu!!!!!
compadri, ainda na lhe tinha dito que vocemesse é bem vindo a este blog e se quiser pode levar pode home, leve leve..
Sesta!!!! ka ganda ideia, é mesmo o que vou fazer, alias, vou-me stressar alem nu sofá IoI

Passe vocemesse munto bem compadri


De Oásis a 28 de Fevereiro de 2008 às 14:50
E então os secretos e a pinga?
Vai ou não vai?

Abraçuu


De Oásis a 29 de Fevereiro de 2008 às 11:18
Cumpadriiii!
Vocemecei decide-se ou nem por isso?
Estou à espera da sua visita ao meu novo deserto!

Abraçuuuuu!

P.S. Mas a pinguita também ia!


De Simplesmente...eu* a 10 de Novembro de 2007 às 22:02
Poesia é alma
Triste, feliz
Poesia é fado
Poesia é amor
Que se coloca aqui
E em todo o lado
Poesia é sorrir
Poesia é chorar
É sofrer, é amar
Lágrimas sentidas
Vontade de partir
Vontade de ficar
Poesia és tu…
Meu amigo

Simplesmente...um beijuuuuu em tu


De Frágil a 10 de Novembro de 2007 às 23:09
Poesia o que escreves-te neste cmentario, devo dizer que os teus comentarios sao sempre afascinantessao poesia e assim sendo....poesia és tu tambem.



bejuuuuuuuuuuuuuuu em tu


De Frágil a 10 de Novembro de 2007 às 23:17
Comentario*

Poesia é o que*

Afascinates, são*


De Lazy Cat a 10 de Novembro de 2007 às 22:39
Não comento esperas. Quem espera um amor? ou quem não espera....????
Beijo de gata


De Frágil a 10 de Novembro de 2007 às 23:19
É que tou constipado IoI

Na comentes hein! IoI

"espera" bejuuuuuuuuuuuuuuu sua Miauaaa


De Frágil a 12 de Novembro de 2007 às 08:46
E mais uma vez aqui deixo resposta a uma pessoa que comenta anonimo ( tao anonimo nao é IoI ) e que me proibe de publicar os comentarios, eu entendo, faço-lhe a vontade e sei pk.....

Bem, qto ao poema, o que escreves-te no comentario eu....xiuuuuu, mas se fossem todas as pessoas como tu!!!!! havia tanto amor neste mundo, pena que assim nao seja para todos.

O planeta.....pois é......no alentejo diz-se que na se deve dar o peido maior que o cu que se tem ( pode-se ficar com ele "roto" IoIoIoIoIoI ), neste caso eu apaguei sim, por falta de tempo, como tens notado quase nem tempo tenho para responder aos comentarios, a proposito, desculpe là sr/a anonima/o, vou aproveitar este comentario para pedir desculpa às pessoas que nao teem obtido resposta minha aqui, mas o tempo é mesmo cada vez menos e um outro blog, apesar de a vontade nao faltar e ter mtos argumentos dentro daquele contexto que tinha escolhido para o "Planeta", é melhor nao arriscar, para nao desiludir...

Sr/a dom/na anonima/o.....enquanto nao se identificar......nao hà beijo nem queijo.


De Ana a 13 de Novembro de 2007 às 21:12
continuo e continuarei para sempre à espera de outro dia!
A/Mo-te como daqui à lua ida e volta


Comentar post

Visitors


Counter From POQbum .com
website stats

favoritos

*Laura c`è*

*Chamem a Policia*

*QUEEN*

*Vigaro cá Vigaro lá*

*Perfume Patchouly*

*Grease*

*Just an Illusion*

*Help*

Um anjo da guarda em carn...

Amar é....

pesquisar

 

Posts recentes

A cor das minhas palavras...

„Amores longuinquos“...

Pelos teus Olhos I...

Sexo...

Sem sentido...

Silêncio...

O Amor és TU...

As minhas lágrimas...

Corações fortes...

Amor em plena liberdade.....

A voz da razão...

Carta de Amor Xaparrense....

Carta de desamor, O Amor ...

Nós Romanticos...

Palavras...

Apocalypse...

O sabor de um beijo...

O Infinito...

"Regresso" (2)

O Regresso...

Neste mundo de ladrões...

As Mulheres sabem...

Em órbita...

A quatro olhos...

Com tudo o que temos mais...

Palavras perdidas...

Memories I...*Os dias do ...

Ausente/Presente...

Falta de Tempo...

PARABÉNS

Curta-Metragem...

Guilty pleasures ...

Onde nasce Sol...

Deixa-me RiR...

"Memoria em 6 palavras"

Ma...

Private Property...

Click Me...

Estrela...

Rebelde...

Welcome....Ki

Amores...

Poucas Palavras...

Bolota Luminosa...

O Amor...

Pelos teus olhos...

Guerra...

Calor Frágil...

Nas Nuvens...

Escultura...

Arquivos

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007


Get Your Own Player!