Quinta-feira, 7 de Agosto de 2008

Corações fortes...

 

 

"Corações fortes"

 

 

Não fiques em baixo se acabou um Amor

Ahhh, é só mais uma dor

É mais um exerciçio para o coração!!!

É mais uma razão para se procurar outro alguem

Quiçá a verdadeira metade de nós

Essa metade que em qualquer parte do mundo existe...

 

Andamos todos á procura de Amor

Somos lobos solitários com um coração enorme

Voamos com as asas da ilusão

Á procura de emoções

Somos prisioneiros livres

 

Não penses mais nisso!!!

Haverá tempo para relembrar

A vida não acaba aqui e...

 

O coração sobreviverá...

 

 

Mané

 

 

Som: Zucchero-Solo una sana e consapevole libidine...

publicado por Frágil às 12:50
link do post | comentar | favorito
25 comentários:
De ஜॐ♥ஜ___Estrelinh@___ஜॐ♥ஜ a 7 de Agosto de 2008 às 13:02
Quem nunca sofreu uma desilusão de Amor?
Quem nunca sofreu por um amor perdido, por uma ilusão?

Não vale a pena sofrer, mas sim recordar os bons momentos que se passaram, esses nada nem ninguém os apagará.

E...a verdadeira metade de nós está algures, num canto qualquer do mundo, quiçá onde, não vale a pena procurar...

Bêjito em tuuuuuuuuuuuuuu


De Frágil a 9 de Agosto de 2008 às 22:15
Desculpa a resposta ser curta e "standart" nao estou bem....


Bêjuuuuuuu


De Blue Eyes a 7 de Agosto de 2008 às 15:09
Realmente, cumpadri! Vocemecei apanhou-a toda!
Sabe o que merecia. Uma caracolada e uma bejeca fresquinha!

E vai um abraçuuuuuuuuu!


De Frágil a 9 de Agosto de 2008 às 22:18
Desculpa a resposta ser curta e "standart" nao estou bem....


Abraçuuuuuuu


De Blue Eyes a 9 de Agosto de 2008 às 22:28
Então, Mané?
Onde estão essas forças? Pra cima homem!

Grande abraçuuuuuuu!


De Frágil a 9 de Agosto de 2008 às 22:36
Estou a lembrar-me de uma resposta a um comentario meu no "TugaFixe"...

É impressionante e tão gratificante esta amizade sem nos conheçermos, tenho-te como grande amigo Ricardo, obg por estares aí.


Grande Abraçuuuuu


De Blue Eyes a 9 de Agosto de 2008 às 22:54
Nunca ponhas em dúvida essa amizade. Mesmo virtual, há dois seres humanos por trás dos ecrãs dos pc´s.
E se for preciso, pego no avião e vou até à Suiça só para te levantar do chão! :)
Os amigos são para as ocasiões e é quando mais precisamos deles, que vemos quem são os verdadeiros. (Dá uma olhada no meu último post) falo lá disso.

Mais um grande abraçuuuuuuuu!


De Frágil a 9 de Agosto de 2008 às 23:10
Bem....
Assim deixas-me sem palavras Ricardo, a sério!!!
Maior prova de amizade não podias ter-me dado Amigo, AMIGO em maiusculo.

Porra que sejam lá caracois ou secretos ou redondo ou seja lá o que for, havemos de um dia rir de todas as tristezas e alegrias que aqui vamos escrevendo......e vivendo, atraz destes ecran`s onde estão seres humanos com sentimentos e com o coração que de virtual nada tem.

Grande amigo.....Abraçuuuuu


PS: estou quase a passar para ler o teu post, deixa-me só acabar umas letrinhas que estou "inspiradão" IoI.

Levo o quê? alcagoitas está bem? :)


De Blue Eyes a 9 de Agosto de 2008 às 23:41
Trás lá o que quiseres!
Hoje marcha tudo! Lol

Abraçuuuuuu


De Velucia a 7 de Agosto de 2008 às 17:34

Oi Frágil,

O coração não sobrevive a tudo
Principalmente as emoções fortes.
Haja coração!!!!
Para tanta emoção!!!

Abraços.


De Ana a 8 de Agosto de 2008 às 09:10
O Amor não acaba, não se for Amor verdadeiro, puro, se for Amor entre 2 almas que são gémeas.
E sem esse Amor nenhum coração sobrevive, passa a vegetar.

A/mo-te por tudo e por nada


De Frágil a 9 de Agosto de 2008 às 22:15
Desculpa a resposta ser curta e "standart" nao estou bem....


Bêjuuuuuuu


De Frágil a 9 de Agosto de 2008 às 22:18





De poetaporkedeusker a 8 de Agosto de 2008 às 14:08
Olá Frágil! Anda por aí gente a perder amores? E o Puzzle? Quando é que lanças a primeira peça?
Eu hoje estou farta de me rir com uma amiga minha que também é alentejana (Beringel) e que passou a manhã toda a contar-me anedotas. O marido dela até me afereceu um CD, "Alentejo, que ri de si próprio... ou dos outros?". Ele adora o Alentejo, embora seja alfacinha de gema.
Abraçuuuuu, que eu vou ouvir, outra vez, o CD.


De Frágil a 9 de Agosto de 2008 às 22:16
Desculpa a resposta ser curta e "standart" nao estou bem....


Bêjuuuuuuu


De poetaporkedeusker a 9 de Agosto de 2008 às 22:52
Que se passa Frágil? Se eu puder ajudar, diz.


De Frágil a 9 de Agosto de 2008 às 23:11
Obg Poeta...não estou bem, mas nada que um "Xapárro" não consiga superar :)


Bêjuuuuu


De poetaporkedeusker a 9 de Agosto de 2008 às 23:22
OK! Força nessa xaparrice!
Bêjuuuuuuuuuuuuu!


De blogando-me1 a 8 de Agosto de 2008 às 15:23
Obrigado pelos parabéns.
Bjs


De Frágil a 9 de Agosto de 2008 às 22:16
Desculpa a resposta ser curta e "standart" nao estou bem....


Bêjuuuuuuu


PS: nao tens de quê


De Real a 9 de Agosto de 2008 às 09:11
Olá,olá
Há muito que nao aparecia,vim desejar-te boas ferias se for caso disso
Jinho


De Frágil a 9 de Agosto de 2008 às 22:17
Desculpa a resposta ser curta e "standart" nao estou bem....


Bêjuuuuuuu


De Real a 11 de Agosto de 2008 às 10:24
OK nao faz mal a vida é isso mesmo uns dias bem outros nem 'por isso,mas aki fica o desejo de que melhores.
jinhos


De Velucia a 9 de Agosto de 2008 às 13:48
Oi Frágil

Quando li este poema, pensei...
Quantas dores de amores perdidos, assim, não há coração que resista. Uma dor não é nada, mas várias, somatizam e o coração pode não resistir. Não resiste nem a procurar outro alguém. As dores são tantas que tememos por outra.


De Frágil a 9 de Agosto de 2008 às 21:52
Olá Vera…

Obg pela visita e pelas palavras….mas……

Para dizer a verdade não estou com mta vontade de gastar o meu latim consigo, acho que não vale a pena, mas não podia deixar passar algo que não entendo e continuo a não entender, eu não sei se estes mal entendidos são só comigo, ou se são tb com outras pessoas, certo é que comigo desde que a senhora apareceu na blogoesfera tem havido uma série de mal entendidos e este é mais um, passo a explicar....

Passei no seu blog e fiquei sem saber o que pensar deste seu post:
************************************
“PESCADOR DE EMOÇÕES”



Não há coração que resista
Diante de tantos exercícios
Em excesso prejudica.
Quiçá coração machucado
A procurar um novo alguém.



Procuramos um amor

A viver com intensidade

Não lobos de grande coração

Solitários, vivem de paixões e...

Loucos para atacar.



Voam, voam sem parar

Sem ter asas pra voar

Buscam fortes emoções

Onde se agarra prisioneiro

Das paixões que foi pescar.



Pesca, pesca pescador do...

Pesca o peixe que quiser,

Só não se esquece da tua rede

Pois ela é teu lazer

A pescar ilusões perdidas.



Só nos resta fazer o bem

Com estas ilusões perdidas

Mesmo às escondidas

São as que temos pra pescar.



Não pescou? Haverá tempo!



Pescar no verdadeiro amar

Enquanto coração não perecer

Pesque a alma e perceba

Somente ela irá sobreviver.





Vera 07/08/2008 - 23:28:56

*********************************

Post que não entendo absolutamente!!! Aliás não só não entendo o post, assim como não entendo a mensagem e muito menos a sua atitude!!!!
Está claro que este seu post nasçe a partir do meu post e é tb claro que é dedicado a mim, ou não falaria mais que uma vez do “pescador”, numa frase então foi mesmo explicita qdo diz: “pescador do....”

Sabe? Tenho pessoas amigas que deixaram de me visitar aqui neste blog exactamente por causa desse seu comportamento incompreensivel.

Com aquele seu post eu diria uma frase que se usa muito em Portugal “ estragou a pintura toda!!!!!!”.
Não sou poeta nem me considero tal, nem poeta nem escritor, considero-me uma pessoa normalissima que escreve para se divertir, escreve pelo gosto de escrever, escrevo o que me vai na alma, escrevo o que me apetece, por isso não sou de certeza a pessoa mais indicada para dizer se a Senhora escreve bem ou mal, ou apontar o dedo aqui ou ali, mas tenho opinião propria e se como estamos num mundo livre e em que temos direito a opinar, eu diria que a Senhora não tem mto jeito para a escrita e até acho bem o que a Senhora tem estado a fazer, publicar “Salmos”, penso sinceramente que a Senhora se devia dedicar aos Salmos ou á missa, ou então....... ( sinceramente acho que a senhora ia quase de certeza mudar de atitude ) era arranjar um Homem, um Homem a sério!!! Nada de virtualidades, um Homem de carne e osso ( quer que lhe faça um desenho? ).

Vera, desculpe, mas não sei se faz de proposito para me chatear e chatear as pessoas que se habituaram e que gostam de me ler, ( lembro que já têm recebido algumas palavras desagradáveis de pessoas que me leem, não me apetece dar exemplos, se desfolhar este blog e alguns comentários, encontrará o que estou a querer dizer-lhe ).

Oh Vera, sinceramente!!!!!

Deixe-me em paz.....please




Comentar post

Visitors


Counter From POQbum .com
website stats

Links

pesquisar

 

Posts recentes

A cor das minhas palavras...

„Amores longuinquos“...

Pelos teus Olhos I...

Sexo...

Sem sentido...

Silêncio...

O Amor és TU...

As minhas lágrimas...

Corações fortes...

Amor em plena liberdade.....

A voz da razão...

Carta de Amor Xaparrense....

Carta de desamor, O Amor ...

Nós Romanticos...

Palavras...

Apocalypse...

O sabor de um beijo...

O Infinito...

"Regresso" (2)

O Regresso...

Neste mundo de ladrões...

As Mulheres sabem...

Em órbita...

A quatro olhos...

Com tudo o que temos mais...

Palavras perdidas...

Memories I...*Os dias do ...

Ausente/Presente...

Falta de Tempo...

PARABÉNS

Curta-Metragem...

Guilty pleasures ...

Onde nasce Sol...

Deixa-me RiR...

"Memoria em 6 palavras"

Ma...

Private Property...

Click Me...

Estrela...

Rebelde...

Welcome....Ki

Amores...

Poucas Palavras...

Bolota Luminosa...

O Amor...

Pelos teus olhos...

Guerra...

Calor Frágil...

Nas Nuvens...

Escultura...

Arquivos

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007


Get Your Own Player!