Quinta-feira, 31 de Janeiro de 2008

Quando era puto...

.

.

„Quando era puto“

 

 

 Aquela casinha escondida

Onde o sol passava

E não me aqueçia…

Agora é só uma lembrança

 

Quatro paredes antigas

Um quarto

Dois moveis velhos

Jesus á cabeçeira

E gritos da minha avó…

 

Quando acordava de manhã

Com os olhos secos do frio da noite

Laváva a cara a dormir

E uma gota e um sonho

Caíam no chão

 

Quanta estrada a pé que andava..

Com chuva e com sol

E depois na escola…

Falava do Pá….

 

Depois voltava para casa a correr

Com o coração mais doce

Eu um pobre rico…

De felicidade

 

Brincava com um amigo á guerra

Mas sem pistolas

Só com uma bocado de páu

E quem perdesse…

Pagava com berlindes..

 

Aquéla fonte mais alta que eu

Onde quando eu bebia

Me molhava os sapatos

Agora é só uma lembrança…

 

Um bloco e um lápis

Davam-me a esperança

E eu sentia nos dedos

Que queria escrever…

 

Grande moralista o meu avô

Que queria mudar o governo sózinho

E a minha avó sempre mais velha

Passava o tempo todo…

A falar com Cristo

 

Dias prisioneiros da liberdade

Dias sem caminhos para caminhar

Dias de um fato somente

Que se esperasse pelo Natal...podia vesti-lo

Dias que jà não voltam mais

Dias que pertençem á minha vida

Dias coloridos e difíceis

Onde um bocado de pão..

 

Era o prato preferido…

 

 

Mané

 


publicado por Frágil às 19:05
link do post | comentar | favorito
21 comentários:
De ஜॐ♥ஜ___Estrelinh@___ஜॐ♥ஜ a 31 de Janeiro de 2008 às 19:42
tempos passados...
momentos vividos...
brincadeiras passadas...
momentos não esqueçidos...
brincadeiras de moleque,
uma pedra, um belinde ou um pau,
que importa ,querido
se mesmo assim eras feliz
num tempo que era mau
mas era teu tempo de petiz.
corrias,brincavas,
bebias água nas fontes
que te molhavam os pés
já em moleque tu gostas de escrever,
e na mão o papél e o lápis
fazes a escrita com que nos maravilhas a ler

Autor: Estrelademim 31/1/08

bêju doci em tu compadriii Mané e..........
obrigado por este belo momento de leitura


De Frágil a 2 de Fevereiro de 2008 às 13:18
Bem, assim fico sem palavras, fazer pemas dos meus poemas, só mesmo uma poetisa!!!!!

Sempre bonitas as tuas palavras...

Obg por me seguires e pelos comentarios aqui deixados sempre com carinho inho inho inho ( eu na sou mto de inhos, mas esta palavra tem mesmo que levar INHO ) IoI.


Bêjuuuuuuuuuuu


De Ana a 1 de Fevereiro de 2008 às 07:14
Um prisioneiro feliz e agora saudoso. Se regressavas a casa com o coração mais doce era porque sabias que ias encontrar quem mais amavas.
Mas uma coisa tu mantém desse tem; O CORAÇÃO DOCE.

A/Mo-te por tudo e por nada


De Frágil a 2 de Fevereiro de 2008 às 13:19
Ora aqui estou a responder IoI.
Oh eu aqui a responder!!!!
Prisioneiro feliz e agora saudoso sim, quem medera poder voltar atraz, mas saberiiiii o que sei hojiiiiiiiiiii .


A/Mo-te por tudo e por nada


De efeneto a 1 de Fevereiro de 2008 às 13:09
Cada pequeno Olá, cada pequeno sorriso, cada pequena ajuda é capaz de salvar um coração magoado. Há um milagre chamado Amizade. Você não sabe como ela aconteceu ou quando começou, mas você sabe a alegria que ela traz e percebe que a Amizade é um dos dons mais preciosos que Deus nos concedeu.
Amigos são jóias preciosas, realmente. Eles fazem-nos sorrir e encorajam-nos para o sucesso. Eles estão sempre ali para nos ouvir, para nos elogiar, e estão sempre de corações abertos para nos receber. Neste dia particular para mim, onde comemoro um ano de publicações venha-se associar á festa. Á sua festa…á nossa festa…para o ano cá estaremos mais velhos é certo mas de certeza mais ricos de amizade, de solidariedade e amor com o próximo. Aproveito para lhe desejar um óptimo fim-de-semana na companhia de quem mais desejar. Se o passar sozinho não se esqueça de olhar para o lado. Os amigos estão lá, é só procura-los.
efeneto.


De ______ a 1 de Fevereiro de 2008 às 13:41
Epá fizeste-me sentir vontade de te dar um abraço... Há coisas que nos chegam de lá longe que nos relembram um cinzento... e pensamos que afinal conseguimos superar muitas coisas e não baixar os braços. Saberás rezar, Mané?

Tu ainda és um puto certo? "Amuemos senhor..."

Tu ainda tens mil sonhos para cumprir... deve ser deste mau feitio que por tudo isso gosto de ti, afinal és apenas um homem grande com a mania q é teimoso :)

Beijinhos ( e à Ana também )



De Ana a 2 de Fevereiro de 2008 às 08:02
obrigada Ki, acho que és a única pessoa que me vê aqui nos comentários, um beijinho para ti tambem e bom fim de semana


De Frágil a 2 de Fevereiro de 2008 às 12:10
Que indirecta tão gira IoIoIoI.

Vou responder sim e vejo tds os comentarios, mas deem-me tempo.


A/Mo-te por tudo e por nada


De Frágil a 2 de Fevereiro de 2008 às 13:21
Oh eu aqui kikikiriki....abraça-me que ninguem vê....bem, pode até causar uns certos ciumes e tal, mas se for um abraço com amizade!!!!! fica tudo na boa.

E só fala de teimosia quem sabe o que isso é né? e mais num digo



Beijinhosssss ( só a ti, tumba )


De efeneto a 1 de Fevereiro de 2008 às 13:58
Não era necessário o segundo comentario. Mané há só 1...Obrigado pela sua visita...Andei rabuscando nas suas 2 velharias e achei uma frase deliciosa...

*Fiquem com Deus que com a Nossa senhora vou eu.......*

Já agora e passe a publicidade vá visitar um blog que era só meu e como não sou igoista abri-o a outros colaboradores.

http://efeene.blogspot.com/




De efeneto a 1 de Fevereiro de 2008 às 13:59
Não era necessário o segundo comentario. Mané há só 1...Obrigado pela sua visita...Andei rabuscando nas suas 2 velharias e achei uma frase deliciosa...

*Fiquem com Deus que com a Nossa senhora vou eu.......*

Já agora e passe a publicidade vá visitar um blog que era só meu e como não sou igoista abri-o a outros colaboradores.

http://efeene.blogspot.com/




De Frágil a 1 de Fevereiro de 2008 às 14:12
Ehhhhhh compadriiii, vocemessei quase que se ia enrolando com as proprias palavras hihihihi, ulhe là vocemessei o que vcemessei escreveu IoIoIoI.

"Não era necessário o segundo comentario"

Pois IoIoIoI ê tameimm axo, um comentario bastava!!!! pa que comentar o mesmo duas vezisiis? IoIoIoI eu entendi, o "meu" meu segundo comentario, tou na brinca...

Qto ao "mané só há um" epaá, fiquei todo inchado IoI tal é a coisa importante que ê souuuu!!!!!!! IoIoIoIoI.
Serio, fiquei todo babado compadriiii.

Mudando de assunto e ficando no comentario ( esta so mesmo uma cabeça alentejana consegue pensar "mudando de assunto e ficando no comentario!!! tal é esta cabeçorra pahhhh".

É assim.... vocemessei andou rabuscando nas minhas velharias e falando de prémios, eu disse que vomessei ia rir na disse?, nao, na disse, escreviii IoI.

váia lá ôtra vez ás minhas velharias e leia-me estes dois postes :

http://fragil-contem-poesia.blogs.sapo.pt/11197.html

http://fragil-contem-poesia.blogs.sapo.pt/12629.html


_______________________________________

Mas na se desmanche a rir hein!!!!


Abraçuuuuu


De Frágil a 1 de Fevereiro de 2008 às 14:33
E este post tb deve ler, faz parte do que estou a querer dizer:

http://fragil-contem-poesia.blogs.sapo.pt/11517.html


De efeneto a 1 de Fevereiro de 2008 às 14:33
Palavras para quê...é um Alentejano português e basta. Gostei foi da sandes de arame farpado...Originalidade no agradecimento aos premios. Inovar é preciso e você consegui...hehehe.

vá ver o tal blog que lhe falei de depois falamos...

Pode-se considerar um exemplo vivo em como o humor e a poesia vivem lado a lado e dão-se bem, o que muitas vezes não aontece com os vizinhos.

Abraço.


De Su a 1 de Fevereiro de 2008 às 19:05
*Fiquem com Deus que com a nossa senhora vou eu...*
Uma frase do Mané que ficou gravada na minha memoria e hoje a minha despedida ás pessoas que me são querida é "...fiquem com Deus que eu vou-me com a nossa senhora...",uma coisa expontanea e incrivel.

Beijos na doce magia da Amizade.


De Frágil a 1 de Fevereiro de 2008 às 20:27
HOOOUUUUUUUUUU!!!!!! mas que conversa é essa?!?!?!

Antes de mais nada....eu.....se como sou diferente nao te digo o que todos costumam dizer:
Ah vá lá, na vás embora, amanha é outro dia e tal, verás que amanha o sol vai nascer e tal...é td tanga!!!!!

Olha, sabes....se achas que deves mesmo deixar o blog, vai.....xispa-te....marimba-te pa quem te lê e até gosta de te ler.....e até arranja um tempinho pa te ler.....e gosta de ti.....faz isso, faz essa figura de deixares o ppl td á nora....pa quê esperar?!?!?!
Pa quê manter um blog que até tá sublime?!?!

Ahhhhhh, deixa-te dessas coisas, abandona-nos sim, vai, xispa-te....a gente amanha já nem damos pela tua falta.....nao somos humanos!!!!!!
Éstas palavras é o pc que as escreve sozinho, ele na tem coraçao e escreve só assim, vai vai, abandona tudo, estas coisas do virtualismo na é um grande quê, na se tem sentimentos, é só mandar letras e palavras e tal para os outros irem dizendo: aiiiiii que giroooooo!!!! olha só que poema mais bonitooooooo.

Fazes bem, abandona tudo e todos....sem piedade, sem olhar pa traz, a gente fica aqui e outra Amstist não virá, mas a gente habitua-se, vai vai, xispa-te...

DAHHHHHHH

Faz o que quiseres, mas com a Nossa Senhora, ESQUEçE, essa nao a dispenso a ninguem......tu até tens opçao de escolha!!!!!! ou com Deus ou com o menino Jesus!!!! escolhes a Nossa senhora pk?, a Nossa Senhora é minhazinha e na dispenso, sorry, por isso, nao te autorizo a ires embora e na digo MAI NADA.


E já que te vais embora, olha, nem bêjuuuu, nem kêjuuuuuu


De Su a 3 de Fevereiro de 2008 às 22:10
HOUUUUUUUU...credo.
Tava a ver que nunca mais paravas de me dar na cabeça.

Acho que todos nós temos direito de tomar decisões por nós próprios...e com o silêncio de alguém sempre respeitei.

Não fechei o blog,porque simplesmente fiz uma pausa,
sem tempo para nada...né.Porque a vida têm destas coisas e porque somos humanos e não somos maquinas.

Nunca pensei,entrar aqui para ler a tua resposta e deparar-me com uma coisa destas,mas enfim...
Levei uma grande moral...Acho que entendi bem a tua mensagem.

Olha fiquei mesmo DAHHHHHHHHHHH!
Quando tiveres um tempinho para passares no blog,irei agradecer-te a tua visita e já agora lê a minha resposta ao teu comente.

AHHHHHHHHHHHH,não sou pessoa de guardar magoa,não vi aqui nada mais que um desabafo.

Agora vou-me xisparrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr.
Uma excelente semana.




De Su a 1 de Fevereiro de 2008 às 19:19
Ao ler o teu texto revivi momentos da minha infância...não tivemos uma infância muito diferente.
Recorda as dificuldades que os meus pais passaram para criar seus filhos,mas eram dias de tanta alegria,um casa farta de sorrisos de crianças e bastantes tracanices.
Recordo o meu avô,que teimava em me apanhar para me dar uns acoites.
As brincadeiras aos cowboys e indios,o jogo do elástico que eu tinha roubada á minha mãe das cortinas lá de casa.
Ao fim do dia a espera do meu pai do trabalho,para me dar umas aulas de dança e cambalhotas.
Momentos esses que sinto um orgulho enorme,que fizeram de mim a pessoa que hoje sou.
Não deixes nunca morrer essa criança que ainda existe dentro de ti.

Bom fim-de-semana.
Beijos na doce magia da Amizade.


De Frágil a 1 de Fevereiro de 2008 às 20:34
EU!?!?!?!?!?


PUTO FOREVER ( com as minhas responsabilidades ), mas PUTO, nem as rugas tem coragem pa se me meterem no rosto, tá bem que sou teimoso que nem uma porta, mas velho? eu?, esqueçe....


De Simplesmente...eu* a 1 de Fevereiro de 2008 às 23:55
Boa noite amigo,
Numa passagem rapida só para te dizer que estou de volta. Espero ter forças para continuar, mas sei que terei o apoio de quem me visita.
Voltarei para te comentar melhor.

Bêjuuuuuuuuuuuuuuuuu em tuuuuuuuuuuuuuu


De Frágil a 2 de Fevereiro de 2008 às 13:23
Di volta!!!!!!!! bem voltada então!!!!!! pena ser só uma passagem rapidinha, mas esperemos que não passem mais comboios e que fiques na blogoesfera.

Volta sempre e claro, comenta qdo quiseres, já lá vou ao teu canto tb comentar miga, td de bom para ti e mais uma vez...bem voltada.


Bêjuuuuuuuu


Comentar post

Visitors


Counter From POQbum .com
website stats

Links

pesquisar

 

Posts recentes

A cor das minhas palavras...

„Amores longuinquos“...

Pelos teus Olhos I...

Sexo...

Sem sentido...

Silêncio...

O Amor és TU...

As minhas lágrimas...

Corações fortes...

Amor em plena liberdade.....

A voz da razão...

Carta de Amor Xaparrense....

Carta de desamor, O Amor ...

Nós Romanticos...

Palavras...

Apocalypse...

O sabor de um beijo...

O Infinito...

"Regresso" (2)

O Regresso...

Neste mundo de ladrões...

As Mulheres sabem...

Em órbita...

A quatro olhos...

Com tudo o que temos mais...

Palavras perdidas...

Memories I...*Os dias do ...

Ausente/Presente...

Falta de Tempo...

PARABÉNS

Curta-Metragem...

Guilty pleasures ...

Onde nasce Sol...

Deixa-me RiR...

"Memoria em 6 palavras"

Ma...

Private Property...

Click Me...

Estrela...

Rebelde...

Welcome....Ki

Amores...

Poucas Palavras...

Bolota Luminosa...

O Amor...

Pelos teus olhos...

Guerra...

Calor Frágil...

Nas Nuvens...

Escultura...

Arquivos

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007


Get Your Own Player!