Quinta-feira, 31 de Julho de 2008

Carta de Amor Xaparrense....( Desafio do compadre Blue )

Carta de amor xaparrense……

 

 

Amoriiii….faltas-me muntissimo querida...

Fui dar de comida ós bácoros e passei plo curral dos piruns, lembrê-me logo de ti mê amoriii, imaginê-te a dar de comida ós piruns, agáxáda e ê espretê e vi-te as nálgas querida, foi assim que nos conhecemos, lembras-tiiii?

Nesse momento pensê logo pra mim mesmo: aquelas nalgas san um encanto e quero-as pa mim e bem dito bem fêtuuu.....foi nesse momento que senti que te amava, senti porque tu me disses-te: Oh sê porco!!! Isso faz-se?!?!?! Olha que nunca ninguem me viu as nálgas, por isso tu és o prumêruuu.

Ao sentir que tinha sido o prumeruuu a ver-te as nálgas senti-me na ommmbrigação de casar contigo e assim....

Levê-ti pá cabana do forno ( onde as galinhas pôem ) e apalpê-te a bilha mesmo ali mê amoriiii, espetê-ti um bejuu nessas ventas e ficas-te logo toda encarnada, ainda me lembro que me disses-te: “sê alárvi”.

Agora que foste alem abáxo á fonte com o cântaro á cabeça e deves estar quase a voltar, lembrê-me de te escrever esta carta porque tô morrendo de saudades tuas e os gaiátos andam brincando na vacaria, quando cá chegares quero reviver esses momentos e apalpar-te ôtra vez a bilha......tá bem....agora já na temos piruns e as galinhas já na pôem no forno, mas ê levê um colchão de palha que era da minh`avó pó celêruuu e tô lá á tua espera pa dizer que T`AMO e pa te apalpar as nálgas ôtra vez...

Por isso agora quando voltares da fontii e leres esta carta de amoriii, mete o rabinho entre as pernas e sem refilar vais lá ter comigo ó celêruuuu....que ê hoje....tô alárviii.

 

 

Mané

 

 

 

 

Som: Adiafa-As meninas da ribeira do sado

publicado por Frágil às 07:57
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
Quarta-feira, 30 de Julho de 2008

Carta de desamor, O Amor que já não existe.... ( desafio do Compadre Blue)

 

 

 

 

Carta de desamor / O Amor que já não existe...

 

 

Olá….desculpa mas preciso falar contigo, podes ouvir-me?

Preciso dizer-te que este silêncio que existe entre nós esconde o amor que entre nós já não existe, que não nos zangamos há quase um século e só existe indiferença entre nós.

Preciso dizer-te que o nosso mar secou e que tu já não me sabes acariçiar como a sereia que outrora conheci e amei, que esse sorriso que tens é desenhado para te defenderes das noites sem liberdade.

 

Se este amor já não existe porque continuas a esconder a verdade? Sabes que fingir faz-te mal  a ti mesma, secalhar pensavas que eu era assim tão parvo? Parvo é talvez o que senti por ti.

Preciso dizer-te que este amor já nem nos faz chorar, que o unico sentimento é a vontade de fugir de ti e que sobre nós há um cinzento de mau tempo, cinzento que é a unica cor que nos fica bem.

 

Amanhã será uma dor insuportavel, mas viajarei feliz no comboio da solidão que quem sabe em qual estação me deixará, mas seja lá onde for, sei que em mim renascerá a poesia, toda a poesia que tinha no coração e que gastei contigo, neste amor que já não existe.

 

 

Mané

 

Som: Adelaide Ferreira-Papel principal

publicado por Frágil às 15:41
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
Domingo, 27 de Julho de 2008

Nós Romanticos...

 

 

"Nós Romanticos"

 

 

Que grande confusão entre fantasmas organizados e electrónicos

Perdidos nas estações onde as pessoas inventam novas cidades

"Senhores" que fazem grandes negócios a revender a propria alma

Gente que têm pelo menos 7 vidas e nem com dinamite explodem

 

Mas nós que temos uma vida somente

E somos desde sempre a mesma pessoa

E ficamos calados para não incomodar

Somos os que acabamos sempre por pagar

 

Nós que viemos de muito longe

Nós velhos meninos que não mudamos

Que nos tratam abaixo de cão e rimos na mesma

Porra...não há duvida...somos ROMANTICOS

 

Nós somos os das boas tristezas

Ficamos com o coração mole perante tudo

Somos bons rapazes e comediantes

Não temos direito a CÉU

É o diabo que nos leva...

 

A Nós ROMANTICOS

 

 

 

Mané

 

 

 

Som: Sérgio Godinho-O primeiro dia

publicado por Frágil às 22:58
link do post | comentar | ver comentários (19) | favorito
Sexta-feira, 25 de Julho de 2008

Palavras...

 

"Palavras"

 

 

Existem palavras para tudo...

 

Palavras para comprar

Palavras para vender

Palavras para dar

Palavras para pensar

Palavras para fingir

Palavras para ferir

Palavras para calar

Palavras para brincar

Palavras para rir

Palavras para chorar

Palavras para falar

Palavras para escrever

 

Palavras para fazer palavras

 

Palavras para fazer cócegas...hihihi

 

E palavras para  AMAR

 

 

 

Mané

 

 

 

 

Som: Queen-Las palabras de amor

publicado por Frágil às 22:12
link do post | comentar | ver comentários (15) | favorito
Quarta-feira, 23 de Julho de 2008

Apocalypse...

 

 

"Apocalypse"

 

 

Vejo uma lua crescente depois da morte de um sol

Vejo cães que ladram no meio de todo o nada

Vejo sombras desenhadas por uma mão que treme

Vejo voos de anjos que migram para o Oriente

 

Vejo poetas que vendem as palavras...

Em troca de uma vida eterna e de um pedaço de pão

Consigo olhar nos olhos de quem matou o sol

Não vejo ninguem a quem o possa contar

 

É caso para que os homens se perguntem...

 

Onde tudo irá parar

 

 

 

Mané

 

 

 

Som: OMD-Enola gay

publicado por Frágil às 15:05
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
Terça-feira, 22 de Julho de 2008

O sabor de um beijo...

 

 

"O sabor de um beijo"

 

 

O sabor de um beijo não se esquece nunca

Se for um beijo que se espera á uma vida

E depois entra até ao coração

E é tão forte como fazer amor

 

O sabor de um beijo faz arrepiar

Deixamo-nos ir....de olhos fechados

Esquecemos tudo o que está á nossa volta

E seguramos esse beijo entre o céu e a terra

 

O sabor de um beijo acende a noite

Nesse momento não existem horas

É como um raio de sol...

Que reflecte sobre um palácio de cristal

 

O sabor de um beijo faz-nos tremer...

 

E mantem-nos suspensos entre a lua e a terra

 

 

 

Mané

 

 

 

 

Som: Paolo Belli-Ba...Ba...Baciami Piccina

publicado por Frágil às 05:47
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
Segunda-feira, 21 de Julho de 2008

O Infinito...

 

"O Infinito"

 

 

A ironia do destino quer que eu esteja aqui...

Mais uma vez a falar de ti

Flasches repetidos na minha mente

Dão luz aos momentos virtuais que vivi contigo

Não sei se é passado, presente ou futuro

Mas é tudo tão nitido que parece ser ontem

 

Quero saber ler-te o pensamento

Estudar todos os promenores para não errar

E ser para ti e para sempre o teu homem ideal

Sentir como parte de mim o brilho do teu olhar

Ou talvez ainda mais...

 

Sabes o que é o infinito?

O infinito é um fim ou uma meta...

Que jamais se conseguirá alcançar

Algo que se persegue toda a vida

Sem nunca se ter...

 

Se o que sinto por ti é amor

 

É um amor infinito

 

 

Mané

 

 

 

 

Som: Raf-Superstiti

publicado por Frágil às 09:09
link do post | comentar | ver comentários (24) | favorito
Domingo, 20 de Julho de 2008

"Regresso" (2)

 

 

"Regresso" (2)

 

 

 

Regresso

Com as minhas asas

Asas de um sonho

Por voar

 

Porque só não sou quando morrer

E a madrugada me levar

 Só quero morrer no ontem

Só quero morrer quando te entrego

Um pouco da minha alma

Na felicidade que me fazes sentir

 

  É com o coração que vos sinto.

 

 

 

 

 Autores:  Des / Conhecidos

 

Som: Reamonn-Supergirl

publicado por Frágil às 14:12
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
Sexta-feira, 18 de Julho de 2008

O Regresso...

 

 

 

„O regresso“

 

 

Regressei….

Com as minhas asas..

 

Porque só quero morrer quando a madrugada for eu

Só quero morrer quando o ontem for eu

Só quero morrer quando quem nos tira o respiro..

Me tirar as mãos com que escrevo

 

E o coração com que vos sinto

 

 

Padabaft ***

 

 

Mané

 

 

Som: Xutos & Pontapés-O homem do leme

publicado por Frágil às 15:06
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito

Visitors


Counter From POQbum .com
website stats

favoritos

*Laura c`è*

*Chamem a Policia*

*QUEEN*

*Vigaro cá Vigaro lá*

*Perfume Patchouly*

*Grease*

*Just an Illusion*

*Help*

Um anjo da guarda em carn...

Amar é....

pesquisar

 

Posts recentes

A cor das minhas palavras...

„Amores longuinquos“...

Pelos teus Olhos I...

Sexo...

Sem sentido...

Silêncio...

O Amor és TU...

As minhas lágrimas...

Corações fortes...

Amor em plena liberdade.....

A voz da razão...

Carta de Amor Xaparrense....

Carta de desamor, O Amor ...

Nós Romanticos...

Palavras...

Apocalypse...

O sabor de um beijo...

O Infinito...

"Regresso" (2)

O Regresso...

Neste mundo de ladrões...

As Mulheres sabem...

Em órbita...

A quatro olhos...

Com tudo o que temos mais...

Palavras perdidas...

Memories I...*Os dias do ...

Ausente/Presente...

Falta de Tempo...

PARABÉNS

Curta-Metragem...

Guilty pleasures ...

Onde nasce Sol...

Deixa-me RiR...

"Memoria em 6 palavras"

Ma...

Private Property...

Click Me...

Estrela...

Rebelde...

Welcome....Ki

Amores...

Poucas Palavras...

Bolota Luminosa...

O Amor...

Pelos teus olhos...

Guerra...

Calor Frágil...

Nas Nuvens...

Escultura...

Arquivos

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007


Get Your Own Player!