Quarta-feira, 30 de Abril de 2008

Click Me...

.

.

„Click Me“

 

 

Quero voltar a rir e a ser alegre…a ser eu

Quero voltar a dançar e a respirar nos campos de trigo verdes

Sem aquele fumo maldito que nos faz envelhecer

Quero adormecer debaixo de um eucalipto “Alentejanissimo”

Sentir aquele fresco e acordar sem a morte á minha volta

Sem medo de centrais nucleares e bombas atómicas

Quero mergulhar no meu mar limpo e navegar na liberdade

E não ver que é este planeta que se está a afundar

Não ver este mundo cheio de nódoas de sangue

Quero olhar o céu sem medo das nuvens estranhas

Quero levar os meus filhos á pesca...

Não pescar nada e acabar por brincar com as rãs

Quero saber de cór os nomes de todas as flores campestres

 

Quero voltar a rir, a ser alegre e....a ser eu

Quero voltar a dançar e a respirar nos campos de trigo verdes

Mas acima de tudo....quero continuar a saber ter esperança...

 

Olha para mim aqui....neste meu sonho acordado e....feliz

Pára este momento...

 

Regula a objectiva &....Click Me

 

 

Mané

.

.

 

 

Som: Juanes & Nelly Furtado-Fotografia

publicado por Frágil às 22:36
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Terça-feira, 29 de Abril de 2008

Estrela...

.

.

Estrela

 

 

 

Estrela fica sobre mim esta noite

Como se fosses Deus a dar-me vida

Os teus suspiros são como um vento doce

Vento que soas como uma melodia feita só para mim

 

Estrela...dás mais cor ao meu céu

Dos teus olhos nasçe o brilho que dá vida aos meus olhos

Estrela...se esse brilho se apága...

Eu passo a ser o cego mais feliz deste planeta

 

Estrela....

Deixa que os meus suspiros sejam o teu vento doce

Que suspirando eu faço a tua melodia...

 

Estrela...a tua luz....é a minha existencia

 

 

Mané

.

.

 

Som: Eros ramazotti-Piú bella cosa

publicado por Frágil às 21:14
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Domingo, 27 de Abril de 2008

Rebelde...

.

.

"Rebelde"

 

  

Nunca senti a minha alma assim tão distante

Acariçio a tua pele mas não sinto nada no coração

Não digas que é só um momento e que passará

Dizes isso só porque te convem

Mas eu juro que mais tarde ou mais cedo não volto a pagina

  

Não é brincadeira entrar no meu céu

Soprar mais forte que o vento para enxugar as lagrimas

Não é fogo o que sinto dentro de mim quando dormes a meu lado

Irás ficar surpreendida quando eu partir para sempre

  

Há já muito tempo que não me consigo sentar na tua nuvem

Há já muito tempo que sinto a necessidade de fugir de ti

E não digas que faço pecado e que sou ingénuo

Mata-me a ideia de esperar que algo mude...

   

Passou o encanto de quando me voavas no coração

O encanto de um grande romançe de amor

O encanto de colher flores nas nossas noites humidas

O encanto de te beijar e deixar-me ir...

    

Eu sou rebelde e....

Não é brincadeira entrar no meu céu

 

 

Mané

.

.

 

 

 

Som: Riccardo Fogli-Storie di tutti i giorni

publicado por Frágil às 12:54
link do post | comentar | ver comentários (27) | favorito
Sexta-feira, 25 de Abril de 2008

Welcome....Ki

Welcome

 

.

.

.

.

 jump Forever...

.

Som: Van Hallen-jump

publicado por Frágil às 23:19
link do post | comentar | ver comentários (17) | favorito
Quinta-feira, 24 de Abril de 2008

Amores...

.

.

„Amores“

 

 

 

Almas que vivem só por metade

Perdidas no dia de um inverno

Á espera do sol que virá

De um fogo vermelho para dançarem á volta

 

Almas queimadas num Adeus preso na garganta

Por uma outra historia fechada num inferno

Prontos a não apaixonar-se nunca mais

E com a certeza que sós não se sobrevive

 

Almas que escolhem o caminho de um amor...

De onde não se pode sair nunca mais

E por nada deste mundo mudam de ideias

Para se defenderem sem nunca se render

 

São amores grandissimos ou não

Violentos e romanticos

Que vivem e morrem dentro de nós

Amores abssolvidos por Deus

E julgados pelos homens

Amores que caíem e logo se levantam

Amores que perdem e são invenciveis

 

Amores que vivem em nós

E nos fazem morrer...

 

 

 

Mané

.

.

 

Som: Queen-Las palabras de Amor

publicado por Frágil às 23:50
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito

Poucas Palavras...

.

.

„Poucas palavras“

 

 

Poucas palavras podem bastar

Para sermos ouvidos ...

Para lá de todos os horizontes

E para lá de todas as distancias

 

Poucas palavras podem bastar

Para modificar o “ár” general de um raciocinio

Poucas palavras sem sentido....sem iman

Palavras que eu não digo e não escrevo

 

Talvez pelo respeito que tenho

Pela escolha das palavras que fazem sentido

 

E que quero escrever...

 

 

Mané

.

.

 

Som: Vaya con Dios-Neh Nah Neh

publicado por Frágil às 14:16
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito
Quarta-feira, 23 de Abril de 2008

Bolota Luminosa...

Hoje tá-me apateçendu abarrascáriii e ser ótra vez mãs largas

 

Já á muntissimo tempo que na dô pémios ó pessoalii e assim é desta vez que vô pó Guiness.

 

Fazendo contas ás estrelas que já dê por aí a fora e já foram tantos biliões, basta vêrii os postes seguintes:

 

 http://fragil-contem-poesia.blogs.sapo.pt/11197.html

 

http://fragil-contem-poesia.blogs.sapo.pt/11517.html

 

http://fragil-contem-poesia.blogs.sapo.pt/12629.html

 

Agora tenho aqui um prémio pahhhhhh, que se na é desta que ganho esta budéga toda na sei..

Este prémio é espaçiali, ups, queria dezêriii espeçialiii, pk ê já dê estrelas, xapárros e sandes de arame farpado e sê lá mais o quêiiii, mas uma bolota luminosa nunca tinha dádo a ninguem, alias, dê uma vez um xapárro luminoso, mas entretanto as bolotas foram cresçenduuu e olhem, agora é que sã elas IoIoIoI.

 

Leve e convença a leváriiii, quem tem este prémio no proprio bloguiiiii, fica com o blog enfêtáduuuu, quem na tem fica de luzes apagadas que até estála…

 

Vá…fora figo, è só pegáriiiii

 

 

Photobucket

.

Som: Adiafa-As meninas da ribeira do sado

publicado por Frágil às 12:56
link do post | comentar | ver comentários (35) | favorito
Terça-feira, 22 de Abril de 2008

O Amor...

Photobucket

.

.

O Amor

 

 

 

 

O Amor não se compra e não se vende..

Não se deita no lixo...defende-se

Ás vezes magoa mas....

Pelo Amor vai-se e volta-se

Por Amor vive-se e de Amor sempre se viverá

 

O Amor não é de direita nem de esquerda

O Amor és tu e...sou eu

Ás vezes não se vê nem com uma lupa

É o Amor que nos vê a nós

Vê-nos até de luzes apagadas e...

Não nos deixa dormir

Não nos deixa entender nada

 

O Amor é uma onda que vai e que vem

O Amor tira-nos e dá-nos

Por Amor cái até um Rei

A Enfermeira e o Canalizador

O Juiz e a Dona de casa

O Agricultor e a Ceifeira

 

Ouvem-se os sinos tin tin tin..

Os violinos vum vum vum

 

E o bum bum bum do coração

 

 

Mané

.

.

 

Som: Eros Ramazotti-Il mio amore per Te

publicado por Frágil às 22:03
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
Segunda-feira, 21 de Abril de 2008

Pelos teus olhos...

Depois de ter um comentario cheio de amizade e ternura que se enquadra á perfeição no que tinha escrito antes e depois de ter pedido a devida autorização á autora, resolvi alterar o poste, desculpem quem já tinha comentado, acho que vão gostar ainda mais..

.

 

.

.

"Pelos teus olhos"

   

 

  

  

"Pelos teus olhos...

E ainda pelos teus olhos

Eu consigo ver uma luz na minha vida"

E nos teus olhos vejo os meus olhos

para ti corro e me quero perdida

"Pelos teus olhos a noite voa...

E pareçe que é sempre ontem"

E nos teus olhos vejo os meus olhos

sinto desejo que as mãos s'encontrem


"Fazer amor ao som de um slow

Perdidamente nos nossos braços"

Fazer amor, sentindo que estou

desacertando todos os compassos

"Com alma de mal me quer bem me quer"

tu num sorriso que a alma fere

"Com o cérebro como que apagado"

e os nossos olhos felizes embaraçados

"Apaixonado como um adolescente"

falta-me o ar parece que estou doente

"Sem ti não tenho sorte nenhuma"

sem ti a alegria se perde na bruma

"Sem ti o meu coração arde"

sem ti nada no peito me bate

"Como um mar de fogo"

como um grito louco

"Quero-te ....desejo-te"

Vem... eu beijo-te...

"Dispo-te e dispo-te e...

Dispo-te"

E eu fujo e fujo-te

e sorrindo-te...



"Pelos teus olhos a lua é mais bonita"

pelos teus olhos o sol ressuscita

"Pelos teus olhos torno-me assassino"

Pelos teus olhos te quero sempre menino

"Pelos teus olhos eu subo ao paraíso"

Pelos teus olhos eu perco todo o juízo


"Pelos teus olhos eu vejo as estrelas"

Pelos teus olhos escancaro todas as janelas


"É pelos teus olhos que escrevo esta noite

E enquanto as horas passam

A minha boca consome-se

A dizer-te sempre....

Amor...Amor....Amor"
  

 

   

  

Mané & Ki

.

.

 

 

 

Som: Pedro Abrunhosa-Se eu fosse um dia o teu olhar ( live )

publicado por Frágil às 21:06
link do post | comentar | ver comentários (22) | favorito
Domingo, 20 de Abril de 2008

Guerra...

.

.

“Guerra”

 

 

 

Mete o capacete que vamos para a guerra

E não se pode andar de cabeça “ao léu”

O capacete para nos proteger dos tiros

Para nos proteger dos pensamentos

E só o pensamento que do outro lado está alguem como nós

Alguem que pode estar sofrer e a morrer

Exactamente como nós

 

Alguem a quem disseram que nós somos filhos de P.....

Tal e qual como nos disseram a nós

Alguem a quem lhe falaram de pátria e de heróis

E não lhe falaram de amor e sofrimento

 

Se o vires sem a farda e sem o capacete

Verás que é apenas um homem como nós

E que nós somos os que o mataram

Sim sim e lá vem a tal historia banal...

“Se morreu um é porque nasceu outro”

Mas quando se morre é um dia triste

E quando se nasçe é um dia de felicidade

 

Mete o capacete que vais para a guerra

O capacete é para meter na cabeça

Tem que ser uma cabeça feita de proposito para o capacete

 

E a minha é muito diferente

 

 

Mané

 .

.

 

Som: Claudio Baglioni-Queli degli altri-C`era un ragazzo

publicado por Frágil às 13:11
link do post | comentar | ver comentários (19) | favorito

Visitors


Counter From POQbum .com
website stats

favoritos

*Laura c`è*

*Chamem a Policia*

*QUEEN*

*Vigaro cá Vigaro lá*

*Perfume Patchouly*

*Grease*

*Just an Illusion*

*Help*

Um anjo da guarda em carn...

Amar é....

pesquisar

 

Posts recentes

A cor das minhas palavras...

„Amores longuinquos“...

Pelos teus Olhos I...

Sexo...

Sem sentido...

Silêncio...

O Amor és TU...

As minhas lágrimas...

Corações fortes...

Amor em plena liberdade.....

A voz da razão...

Carta de Amor Xaparrense....

Carta de desamor, O Amor ...

Nós Romanticos...

Palavras...

Apocalypse...

O sabor de um beijo...

O Infinito...

"Regresso" (2)

O Regresso...

Neste mundo de ladrões...

As Mulheres sabem...

Em órbita...

A quatro olhos...

Com tudo o que temos mais...

Palavras perdidas...

Memories I...*Os dias do ...

Ausente/Presente...

Falta de Tempo...

PARABÉNS

Curta-Metragem...

Guilty pleasures ...

Onde nasce Sol...

Deixa-me RiR...

"Memoria em 6 palavras"

Ma...

Private Property...

Click Me...

Estrela...

Rebelde...

Welcome....Ki

Amores...

Poucas Palavras...

Bolota Luminosa...

O Amor...

Pelos teus olhos...

Guerra...

Calor Frágil...

Nas Nuvens...

Escultura...

Arquivos

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007


Get Your Own Player!