Terça-feira, 18 de Março de 2008

100...

E assim chegamos ao centésimo post…..e tambem ás minhas férias deste blog....

 

Não volto mais...ou ainda : Apago este blog...são coisas que não direi nem farei.

 

Digo apenas que preciso de descanso destas fragilidades aqui publicadas, digo que não sei quando volto....e digo tambem que só volto quando estiver pronto para mais 100 postes.

 

Fazendo um curto resumo....diria que concretizei os meus objectivos, que eram ser menos romantico do que estava acustomado a ser em outros blogues que vcs conhecem, melhorar a minha escrita e chegar aos 100 postes sem parar.

 

Começei este blog com uma espécie de poema:  Frágil  era eu visto por mim, agora que chego aos 100 postes acho que faz todo o sentido sair visto por outra pessoa “Homem errado”.

Quem me conhece bem sabe que “Homem errado” me cái como uma luva, quem não me conhece fica-me a conhecer um pouco melhor.

Um dia na brincadeira com a Ki, lançei assim da boca para fora : Homem errado....logo a Ki se encarregou de me retratar com palavras, usando exactamente o titulo que eu tinha lançado.

Bem, devo dizer que me revejo perfeitamente nesse poema.

 

A todos os que por aqui passaram, que me leram, que me comentaram, eu agradeço do fundo do coração e deixo um “Até sempre” porque eu voltarei.....sim....voltarei.

 

.

***

 

.

.

.

Vou de férias de ti...

Apetece-me ir ao jardim zoológico

Apetece-me portar-me mal, como quando era menino

Apetece-me gritar : socorro socorro, fugiu um tigreeeeeee

E depois ficar escondido e ver a reacção das pessoas hihihihi.

 

Eu tambem vou

Não tu não..

 

Mas eu tambem quero ir!!!!!

Não tu não...

  

Mas porque?

Porque não!!!

  

Na Primavera apetece-me ir passear..

Ver nos bancos de jardim os namorados a namorar

E depois que começasse a chover

E ficar escondido a ver a reacção deles hihihi

  

Ah eu tambem vou

Não tu não..

  

Ai vou vou

Não tu não...

   

Mas porquê?

Porque não!!! ora!!!

   

Apetece-me ficar sentado e esperar ver um mundo melhor

Um mundo onde as pessoas não estejam já prontas a levar um tiro a qualquer momento.

Descobrir que nesse mundo só existe amor e nada de ódio

E depois ficar escondido e ver o efeito que faz hihihihi.

  

Ai agora é que vou mesmo!!!!

Não tu não...

   

Ohhh quero ir

Não tu não...

 

Mas porquê?

Porque nãoooo!!!!!

  

Que chato pahhh...

Quase quase apetece-me é ir ao teu funeral

Para ver se as pessoas choram por ti

E descobrir que afinal seria uma coisa normal

E ficar escondido a ver a tua reacção hihihihi

   

Eu tambem vou

Não tu não...

   

Gostava mesmo de saber porque não posso ir

És parvo ou quê?...

   

Se estavas morto como querias ir ao teu funeral? hihihiihhi

Tu tens que ficar aqui, não sei bem porquê, talvez porque tu és Frágil

E tambem porque tens que estar pronto para quando eu quiser voltar

E olha que eu fico escondido a controlar todos os teus movimentos hihihihi

   

E talvez porque tu és um Blog e não um "Homem errado"

 

***

.

 

.

.

"Homem errado"

 

.

.

.

És um homem errado

Agarrado aos alicerces que imaginas construir

Amas sempre do outro lado

Aquele que nunca sabe apenas sorrir

Em ti sentes a imensa razão

De achares que é teu o caminho

És fronteira do mar da imaginação

Que acendes conquistando carinho

És um homem errado

Aquele por quem as mulheres se vão apaixonar

És um desafio, um dado lançado

Tens areais de brilhos, profundezas de mar

As noites vivem dos teus dias

És horas de sol, poesia, amor e canção

Tens fogo de asas perdidas

És labirinto de querer, saboreando a paixão

És um homem errado

O desejo que queima a marcar

És o instante de prazer procurado

Ilusões que provocas de contigo voar

Tens voz doce, suave e quente,

És menino a desenhar corações a giz

Gostas de olhares que se prendem

Erras querendo, tentando ser feliz

És um homem errado

E vives agindo, sabendo a troféu

Despertas sentidos guardados

Calas as sombras e mostras o céu

 

 

.

.

Ki

.

OBRIGADOOO KI, não só pelo "Homem Errado", mas acima de tudo pela grande e sincera amizade sempre demonstrada...

 

 

.

***

.

.

Frágil, tu ficas aqui quiétinho até ao meu regresso, tou numa de me divertir no real...

Oh pa eu Frágil, olha para o meu gingado IoI, Oh pa eu aqui a estalar os dedos como um freak, ao som dos "Ladri di biciclette" e a deixar-te aqui plantado.

Oh pa eu a pedalar debaixo deste sol...oh Frágil.....não és tu que me prendes aqui.

.

Sotto chuesto soleeeeeeeee é belo pedalare siiiiiiiiiiii, ma ce da sudare.....sotto chuesto soleeeeeee.....aquéla na primeira fila está a olhar para mim....secalhar pahhhh!!!!!

 

.

.

Inté Jázz Ppl...

.

.

________________________________ Stand by

.

.

 

 

 

 

Som: Ladri di Biciclette & Bacini-Sotto chuesto sole

publicado por Frágil às 07:53
link do post | comentar | ver comentários (40) | favorito
Segunda-feira, 17 de Março de 2008

The final countdown...

.

.

"The final countdown"

 

 

Mantenho um pedaço de inocência que conta a toda a gente a sua vida

Anda frequentemente núa na rua, com enormes olhos de ironía, rebelião e fantasia

E tambem com umas gotinhas de utopia

Dança ondolando nas ruas imensas dos meus porquês

Enquanto o mundo é apenas um jogo de aparência

A inconsciência ás vezes não tem idade e decide sempre á sua maneira

Mas mais se desçe na profundidade e mais me seguem verdades obscuras

E é aí que percebo que a vida nunca me escuta e se está marimbando para mim

Á noite depois desçe da sua viagem e procura em mim um homem ou talvez um Deus

É uma forma sorridente....mas sem ideias

   

Desesperadamente uma alegria acende o meu rosto com uma loucura

E esfomeado procuro companhia

Depois a nova corrida parece ser a solidão...que não é minha

O planeta morre de silêncio e respira abortos de energia

Entre uma pedra pendurada ao pescoço e um "talvez"

Dentro de uma consciência que não existe

Ando com o carro de luzes apagadas e com o radio fora de sintonia

     

Mantenho um pedaço de inocência, uma ingenuidade protegida

Uma zona franca de harmonia onde não há lugar para heróis

Onde as contas mais tarde ou mais cedo vão bater certo

Onde o universo somos nós

E onde a nova corrida parece que seja.....

A solidão....que não é minha

 

Mané

 

 

Som: Europe-The final countdown

publicado por Frágil às 10:08
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Sábado, 15 de Março de 2008

Cariçías Adolescentes...

.

.

„Cariçías Adolescentes“

 

 

A casa dela era no 11° andar... a um passo do céu

O teu nome qual é?

Ela com aquelas roupas de marca

Eu sentia-me antigo dentro dos meus velhos jeans

Para lá daquela porta....estava o paraiso

Eu nem acreditava nos meus olhos

Mas no meu “timido” não queria tremer

O quarto era como que fora do mundo

Feito de espelhos e tapetes

Porque não falas?

É tão bonita a tua cama....quem dorme contigo?

Córava por dentro....e ficava envergonhado

Enquanto ela me despia com beijos

Eu admirava o seu corpo e ficava fora de mim

Naquela cama de lençois de setin azuis escuros

Estava o mar das minhas cariçias adolescentes

Eu a primeira vêz....ela professora de doçura

Os nossos corpos nús e abraçados num só respiro

Que vistos ao espelho pareçiam uma fotografia

Queria-a sempre mais e não me bastava nunca

E ia perdendo a vergonha nos beijos que ela me dava

Sentia-me estranho.... mas mais crescido no coração

E afundava ainda no mar do seu amor

 

Aquela casa fora do mundo.... a um passo do céu...

Ia desapareçendo com ela

Eu com os olhos ainda adormecidos

Procurava-a na cama.....mas ela não estava comigo

Tinha sido um sonho.....nascido dos meus sonhos

Não tinha feito amor e acordava...

 

“suádo de mim”

 

 

Mané

.

.

 

Novo post no MuSiC In Me ( http://music-in-me.blogs.sapo.pt/ )Visitem, vale a pena....O convite a participarem mantém-se de pé....participem, participem e participem.....OBRIGADOOOO...

Som: Ligabue-L`odore del sesso

publicado por Frágil às 07:16
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Quinta-feira, 13 de Março de 2008

A tua nudez...

Mulher nua........Joan Miró

.

.

   

 

 

- A tua nudez -

"Cabelo cheio de gel

E um fresco Paco Rabanne

Sapatinhos engraxados e uma roupa girinha

Parecendo um freak IoI

A descansar a vida nos stop`s da bófia

On the road

No primeiro estalar de dedos do dia

Quase é preciso o macaco do carro para me levantar

Ontem à noite apanhaste-me assim “ao voo”

Como que num videoclip

Como um assobio a um táxi

Como um salto no último eléctrico lisboeta

Abro a água, depois dispo-me e estou só

Olhem só que strip!!!!

O teu cheiro ainda em mim

E a tua mousse!!!

Olha como foste tu

Toda chuvosa e escorregadia

Passo a mão no meu peito

Fecho os olhos e revejo a tua nudez

Como que tivesse saido de uma tela

Nem que fosse de um Pablo Picasso

Com os passos ao ritmo de slow

Ou de um lento ragtime

Não sei se fui o ladrão ou o roubado

Nem sequer fui ao multibanco

Deixei as minhas impressões digitais em toda a tua pele

Até mesmo nas peças de roupa que quase não toquei

Assim não podes fugir à verdade

Tens o meu identikit para entregar à policia

Deitei a pistola beretta de uma ponte abaixo

Marquei golo IoI

Não podes fugir de mim nunca mais Miss

Calorosa e quente a escorregar em mim

Lenta com turbo e furiosa

O meu peito é suspeito

De conhecer a tua nudez Mulher


Desavergonhada e sem manias a escorregar em mim

Apalpei todo o teu corpo sem conta nem medida

Espumosa num sobe e desce

Maravilhosa e gostosa

Foi assim que foste tu

No meu sexo a tua nudez

Exterior e interior



Foi e é linda a tua nudez"

.

.

 

.

Mané

Som: Matia Bazar-Ti sento

publicado por Frágil às 13:45
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito
Quarta-feira, 12 de Março de 2008

A cor das estrelas...por: Mané...

Obrigadoooo...a todas as ESTRELAS que pintaram as Estrelas no meu blog....e me fizeram ver as ESTRELAS

 

 

.

.

"Estrelas....entre vocês e o céu"

 

Olá....estamos aqui...

Estivemos sempre aqui!!!!

Entre vocês e o céu

Entre vocês e o mistério

Há mais de mil anos que estamos aqui

Há mais de mil noites...sempre aqui

Estamos em cima da vossas cabeças

Sobre as cabeças de toda a gente

Gente bonita e gente feia

   

Conseguem imaginar-vos vistos daqui?

Vocês vistos daqui são tão pequeninos!!!

Com esses olhos grandes e de cores lindissimas

   

Ahh...esqueçemos de nos apresentar...

Nós somos as estrelas do céu

E flutuamos entre os sonhos que vocês nos mandam

    

Sabemos da vossa vida toda hihihihi

Vimos quando vocês vão trabalhar

Quando correm a mil á hora

E quando depois de repente ficam parados...

    

Vimos quando vocês nos olham...

Umas vezes zangados

Outras vezes felizes

Outras com ternura

Outras vezes com medo!!!!

E sabemos da vossa solidão

   

Nós estamos entre vocês e o céu

Guiamos os marinheiros na terra

E os pastores de Jesus no céu

    

Ás vezes tambem caímos

E não somos muito instruidas

Mas sabemos que todos vocês têm sonhos fechados no coração

E por vezes fechados com muita força nas proprias mãos

Deixem voar esses sonhos!!!!!!

Não os mantenham fechados!!!!

Soltem-nos....eles sabem bem o que fazer

Deixem-nos voar como andorinhas na Primavera

     

Conhecemos e sabemos a memoria todas as vossas cores

Todas as cores dos vossos lindos olhos

E ficamos tão felizes com as cores que vocês nos dão

Nós....estrelas do céu, temos todas as cores imaginaveis

Somos de todas as cores que vocês nos veem e imaginam

É o vosso coração e a vossa mente que nos dão a cor...

     

Nós somos as estrelas do céu e....

Vivemos flutuando entre os sonhos que vocês nos mandam

 

 

Mané

 

 

     

 

Obrigadoooo...a todas as ESTRELAS que pintaram as Estrelas no meu blog....e me fizeram ver as ESTRELAS

Som: Zucchero Fornaciari-Diamante

publicado por Frágil às 13:35
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Segunda-feira, 10 de Março de 2008

A cor das estrelas...por: PoetaPorkeDeusKer...

.

.

A COR DAS ESTRELAS

  

        

Uma estrela é da cor que existe em nós...

Azul ou amarela... tanto faz!

A cor da estrela muda porque traz

Ecos do nosso olhar, da nossa voz...

          

A estrela tem a cor que Deus quiser,

Reluz e vai pulsando em nosso peito,

Se o nosso olhar procura o que é perfeito

Só nos devolve a cor que nele houver...

  

São todas como espelhos pequeninos

A enfeitar o Grande Firmamento!

São os olhos do céu, às vezes choram...

    

Todas têm a luz desses destinos

Que ascendem em total deslumbramento

E são da cor dos sonhos que lá moram!

 

 

PoetaPorkeDeusKer

  

  

Som: Edoardo Bennato-Afferrare una Stella

publicado por Frágil às 14:03
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Sábado, 8 de Março de 2008

A cor das estrelas...por: Sunshine...

.

.

„A minha" cor das estrelas…

  

  

Olhar para as estrelas é como sê-las...

Solitárias, num enorme nada,

Perdida no meio de gente estranha

É fugir do tempo com medo de um outro dia

É sair de dentro e entrar... de novo

    

Olhar as estrelas é senti-las

Quentes e únicas... sozinha na multidão

É fugir de quem sou com medo dos outros

É ser uma espécie de sonho,

A realidade pertence ás estrelas

O sonho pertence aos homens

A solidão... é minha!

   

Olhar para as estrelas é ver azul...

É sonhar... um sonho azul da cor do mar... do céu...

Do meu olhar...

 

   

Sunshine

 

Som: Enya-Only Time

publicado por Frágil às 13:24
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Quinta-feira, 6 de Março de 2008

A cor das estrelas...por: Garça Real...

.

.

„A cor das estrelas“

 

 

Quando o céu meu coração estremece

O cintilar das estrelas inebria-me a alma

Estendo as mãos abarco aquela calma

Que me ilumina, quando a noite acontece.

Os sonhos espraiam-me pelo céu

Levam-me num imaginar que é só meu

Têm cores, têm sentires, têm emoções

Quando há união de corações.

No cintilar de tantas luzes brilhantes

Há vidas, espiritos ofegantes

Que anseiam viver um grande amor

Pois não sabem...

Que as estrelas têm sua côr.

 

 

Garça Real

 

.

 

Som: Eros Ramazotti-La lucebuona delle stelle

publicado por Frágil às 13:24
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
Terça-feira, 4 de Março de 2008

A cor das estrelas...por: Lazy Cat...

.

.

Têm todas as nuances de tudo o que há em ti,

Têm sabor a mel e fogo e cheiro a jasmim

Têm halos incandescentes do teu toque sereno

Têm faíscas nos dedos, como um amante terreno.

 

São frágeis como os sonhos construídos assim

Em noites de lua cheio e de vermelho carmim

São feitas de partes e todos, de restos apenas

São azuis, são eléctricas, são calmas e serenas.

 

Emitem sons que me atraem, de negro agasalhadas

São mutantes e pequenas, estilhaços da minha alma

De lágrimas, cinzentas, em brancas alvoradas

São certezas incertas, entre negrume e verde calma

 

São castanhas como a lama na roupa, das poças salpicada

Douradas como um sorriso, que tudo faz do nada

Amarelas sorridentes, em brincadeiras arrojadas

São laranjas sumarentas, no céu da vida penduradas

 

São degrades de sorrisos, que se escondem na madrugada

São litanias, são feitiços, de todas as cores misturadas,

São a tua voz e o teu cheiro, e todas as juras quebradas

Em raios de luz violeta, em risos de luz prateada

 

São as cores de ter tido,

São as cores de seres meu,

São todas as cores do meu mundo,

Reflectidas por ti no meu céu.

.

.

Lazy cat

.

.

 

Som: Andrea Bocceli-Belissime Stelle

publicado por Frágil às 13:24
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Domingo, 2 de Março de 2008

A cor das estrelas...por: Estrelademim...

.

No meu mundo de fantasia.

Existem estrelas de mil cores…

Estrelas, vermelhas, amarelas

Brancas, verdes, cor-de-rosa…

Estrelas reluzentes,

Que nos entram pelas janelas…

No meu mundo de sonhos,

Tenho a minha estrela azul,

Azul, azul, azul, azul da cor do mar

A minha Estrela azul, é aquela em que te vou Amar

Cada estrela é um beijo

Que ao meu Amor quero dar…

Estrelinhas de mil cores,

Recheadas de muito Amor…

Serão minhas? Serão tuas?

Alegres, felizes e contentes.

Estrelinhas com dor?

Não!!!

No meu mundo de sonhos,

Existem estrelinhas de mil cores…

Umas minhas, outras tuas,

 Todas elas recheadas e cobertas de Amor…

As estrelas…não têm cor!!!

*

 

Autor: Estrelademim

.

 

Som: Nek-Instabile

publicado por Frágil às 13:24
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito

Visitors


Counter From POQbum .com
website stats

favoritos

*Laura c`è*

*Chamem a Policia*

*QUEEN*

*Vigaro cá Vigaro lá*

*Perfume Patchouly*

*Grease*

*Just an Illusion*

*Help*

Um anjo da guarda em carn...

Amar é....

pesquisar

 

Posts recentes

A cor das minhas palavras...

„Amores longuinquos“...

Pelos teus Olhos I...

Sexo...

Sem sentido...

Silêncio...

O Amor és TU...

As minhas lágrimas...

Corações fortes...

Amor em plena liberdade.....

A voz da razão...

Carta de Amor Xaparrense....

Carta de desamor, O Amor ...

Nós Romanticos...

Palavras...

Apocalypse...

O sabor de um beijo...

O Infinito...

"Regresso" (2)

O Regresso...

Neste mundo de ladrões...

As Mulheres sabem...

Em órbita...

A quatro olhos...

Com tudo o que temos mais...

Palavras perdidas...

Memories I...*Os dias do ...

Ausente/Presente...

Falta de Tempo...

PARABÉNS

Curta-Metragem...

Guilty pleasures ...

Onde nasce Sol...

Deixa-me RiR...

"Memoria em 6 palavras"

Ma...

Private Property...

Click Me...

Estrela...

Rebelde...

Welcome....Ki

Amores...

Poucas Palavras...

Bolota Luminosa...

O Amor...

Pelos teus olhos...

Guerra...

Calor Frágil...

Nas Nuvens...

Escultura...

Arquivos

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007


Get Your Own Player!