Domingo, 30 de Setembro de 2007

Homem...

.

.

„Homem“

 

 

 

Uma noite clara

Uma estrela de luz no céu

Que se aproxima e fica maior

Na escuridão...

 

Homem

Cheio de estupor

A combater entre a fé e o medo

A tremer no escuro

Daquela noite clara

 

Homem

A necessidade de amor

Traz esperança ao teu coração

 

Homem

A madrugada foi leve

No teu coração o sentimento é puro

E traz lembranças que te faltam tanto

 

Homem

Concentrado naquela clareza

Da estrela que desceu do céu

E que te trouxe amor

 

Homem

Sem medo

Iluminado

Com o calor dessa estrela

Que no mesmo sengundo sente o mesmo que tu

Que desceu do céu

Para estar contigo

 

 

 

Mané

 

tags:

publicado por Frágil às 22:52
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Sexta-feira, 28 de Setembro de 2007

A parte de lá do muro...

.

.

"A parte de lá do muro"

 

 

Como nós somos bons!!!!

Somos mesmo bons..

À noite não saimos nunca

Não nos tocamos nunca

Evitamos as doenças IoI

Tudo mentiras inúteis

Relações sem futuro

E somos mesmo bons

Da parte de cá do muro

    

Como nós somos sérios!!!!

Em frente da televisão

Que tem de tudo nos documentários

Droga, sida e transgressões…

Antes era diferente!!!

Mesmo quando nos sentiamos perdidos

Era melhor que estar em segurança

Mas somos bons, oh sim!!!

Da parte de cá do muro

   

Viver...

É coisa que já não se usa

Chorar, rir...

Aqui já não se erra!!!

Temos medo de amar

E medo de correr

Para a parte de do muro

    

Somos tão bons nós!!!

Evitamos os medos

Apertamos os cintos

Metemos os capacetes até...

Até para andar a pé IoI

    

Viver...

É coisa que já não se usa

 

 

Mané

 


publicado por Frágil às 12:20
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
Quinta-feira, 27 de Setembro de 2007

Na proa....ao sol.....


publicado por Frágil às 08:52
link do post | comentar | ver comentários (23) | favorito
Sexta-feira, 21 de Setembro de 2007

10....

 

       

Hello Ppl...

Como tinha "dito" num post, neste blog tento ser menos romantico do que costumo ser, devo dizer que o nao escrever coisas romanticas para um romantico nao é nada facil.

Acho que se tem notado dos post`s anteriores que tenho mais ou menos conseguido nao ser romantico, pelo facto de achar que o muito romantismo se torna monotono e a seu tempo cansativo para quem nos le sempre e tambem porque como disse num post anterior, quero desafiar-me a mim mesmo e ultrapassar-me, o que nem sempre tem muita logica e nem sempre se consegue, refiro-me à qualidade do que se escreve, ao conteudo e tema...

Hoje nao consigo nao ser romantico e "olhando para traz" reencontrei-me com algumas coisas que jà tinha escrito e publicado.....relembrei os momentos em que escrevi alguns post`s e revivi aqueles momentos ao "reler-me" e achei que devia publicar....

Porque hoje é sexta feira....

.

.

.

.

 

  

 

Dez razões para viver"

 

 

Dez ruas no meu coração

Dez vontades

Dez "eus" que te procuram

Dez verdades

Dez velas que ficaram acesas no escuro e...

O vento nao as apagarà

Primeiro... O amor que não nos pode deixar nunca

Segundo... Os teus olhos dentro dos meus

Terceiro... O dever para com quem não consegue mais

Quarto... O perfume nu da tua pele

Quinto... A terra, os seus frutos e a minha esperança que....

De amor só mais amor nascerà.....

Dez ruas

Dez razões para estar contigo

Dez "sins" nos meus lábios para ti

Dez vezes sim

Dez "Nuncas" para dizer ainda

Dez liberdades

Dez "nãos" apontados a quem não tem piedade

Primeiro... O amor que não nos pode deixar nunca

Sexto... A raiva contra a estupidez

Sétimo... A ansiedade de nos conhecermos sempre mais e mais

Oitavo.. O sonho de uma liberdade verdadeira

Nono... Aqueles arrepios ao por do sol sobre nós

Décimo... O sol que amanhã nascerà....

Sim, nascerà....

É tao dificil estarmos abraçados atravez deste vidro frio

Chegamos ambos às lagrimas

Quero viver junto a ti e em ti

Sem mais limites eu e tu...

   

Eu e Tu...

Esperança, raiva, tempo, liberdade,

Espaço, amizade, conhecimento e vontade

E do amor.....sempre mais amor nascerà.....

 

Sim, nascerà....

 

 

 

Mané


publicado por Frágil às 13:31
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Quinta-feira, 20 de Setembro de 2007

Onde estàs?....

.

.

Onde estàs?

   

O telemóvel...

Que dizer do telemóvel?

Que a tecnologia avança a passos largos, que o homem é esperto e que se melhora dia a dia nas suas descobertas.

O telemóvel é muito cómodo, sobre vários pontos de vista.......com vibrador IoI, sem vibrador, com camera fotografica, video, musica, jà só falta ter casa de banho também.

Eu penso que o telemóvel nos distanciou, estamos mais longe de nós mesmos, no sentido que não nos dizemos palavras verdadeiras, vindas dos olhos e do coração, o telemóvel não nos deixa mostrar as nossas emoções, os nossos sentimentos.

Penso que o telemóvel é contra nós, não temos tempo para nós mesmos, o telemóvel não nos deixa ver quando somos sinceros ou não.

Assim que acordamos a primeira coisa é ver se temos mensagens, se nos ligaram enquanto dormiamos e mandamos aqueles desenhinhos que cada vez teem menos de humano, como o telemóvel!!!!!

É sem sombra de duvida muito útil, muito comodo, mas fez com que nós mesmos nos tornassemos menos humanos, basta ver que jà não nos importamos de como a outra pessoa està, se està bem ou não, hoje em dia a primeira pergunta que se faz quando telefonamos a alguem é: onde estàs?

Não nos importamos se a outra pessoa està bem ou não!!!!! Onde estàs? mas que raio te importa onde eu estou?!?!?!? E se não te poder dizer onde estou?

Exemplo: digamos que a mulher telefona ao marido no momento em que o marido està com a amante.... onde estàs? ( tranquila que "onde estou" não o digo nunca!!!!! ).

Se for ao contrário jà a pergunta faz mais sentido, exemplo:

O marido telefona à mulher e se a mulher està com o amante, eu como ela està não pergunto, aí sim que a pergunta faz mais sentido.... onde estàs?

O hàbito do "onde estàs" faz-nos ser banais e estúpidos, hà quem ligue para casa ( rede fixa ) e por estar tao habituado a perguntar "onde estàs", perguntam exactamente isso, sabendo que estamos em casa!!!!!

            

Ligaste-me para que? para saber onde estou? ou para saber como estou? Importa-te se estou bem ou mal?


publicado por Frágil às 08:44
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Terça-feira, 18 de Setembro de 2007

palhaço.....

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

.

.

„Palhaço“

 

 

 

 

Palhaço meu…

Como estás mudado!!!!

Já nem pintas o rosto

Tantas dores

E tantos sonhos de ontem

Hà quem diga que estás acabado

Mas não é verdade

 

Gritas por causa da dor

E por tanta dor

Não consegues ser palhaço

Não fazes rir nem brincar

Agora abraças-te a ti mesmo

Pensas em guerra

E falas de liberdade

 

Gritas com as vozes das crianças

Tentas chegar aos ouvidos dos “senhores” potentes

Falas da miseria que hà no mundo

E do tempo que não temos

Nem para nos olhar nos olhos

 

Palhaço meu....

Por quem esperamos que nos de o pão?

As nossas palavras nao fazem barulho

E tu palhaço que jà nao és

Não fazes rir nem brincar

Agora abraças-te a ti mesmo

Pensas em guerra

E falas de liberdade

 

 

Mané

 

 


publicado por Frágil às 20:40
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Sábado, 15 de Setembro de 2007

Terra negra....

 

.

.

„Terra Negra“

 

 

 

 

Terra….

Que não choras nunca

Pelos teus filhos que são dores

Dores de sapatos rotos

 

Terra que não mudas nunca

Porque a agua é pouca ...

Para quem quer afundar os problemas

E não sabe que o bem està tão longe

 

E enxugam os olhos sem força nas mãos

Pela càra désta terra...

Estão sempre em guerra

Com quem làgrimas não tem

 

E debaixo do céu negro de fumo

Dos carros queimados pela terra negra

Escondem-se atraz das portas

Sem sorte e jà sem rezas

 

E debaixo do céu negro de fome

De quem come o tempo da terra negra

E de quem se perde sem sonhos

Sem mar e sem uma bandeira

 

Terra que não ris nunca

Terra que não sonhas nunca

Porque os sonhos não fazem falta.....

A quem tem que afundar os problemas

 

E que não podem ser livres com liberdade

Por cantar por ésta terra

Morremos tão depressa...

 

Parece o fim da eternidade.....

 

 

 

Mané

 

 


publicado por Frágil às 12:10
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Sexta-feira, 14 de Setembro de 2007

Borboleta...

.

.

„Borboleta"

 

 

Tenho esta flor na boca para ti

Para tu pousares em cima dela..

Mas onde vais borboleta?

Não vês que estou aqui!!!

Com esta flor na boca e....

Como uma flor tambem eu

Não te queres apoair?

Para me dizeres por exemplo como vives tu!!

 

     

Podias contar-me por exemplo no que tu crês!!!

O que esperas da vida e o que sonhas

Ou o que farás quando fores grande

Se te bloqueias contra o vento

Ou se o empurras o mais que podes

Quanto medo à noite hein!!!

Não te sentes sozinha?

Mais só que a solidão?

 

   

Talvez precises de afecto

Assim como preciso eu

Talvez precises de afecto

E de algo que não existe

Sabes?

Diz-se por aí borboleta

Que tu não tens alma!!

Mas se assim for pequenina

Como se pode dizer sim ou não?

Não penses que estou maluco por estar a falar contigo

É que às vezes tambem me sinto só

Mais só que a solidão...

 

     

E tambem eu preciso de afecto

Podes ficar comigo hoje?

Eu preciso de afecto

Assim como preciso de ti

Preciso de amor

E de algo que não existe

 

 

 

 

 

     

Mané


publicado por Frágil às 12:54
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Quinta-feira, 13 de Setembro de 2007

Sexo....

.

.

 

"Sexo"

 

 

Sexo...

Tenho pena, nada de sexo

Sou a sombra de mim mesmo

Reduzido a pele e osso

    

Sexo...

Tudo e todos à volta do sexo

A tua pele num cartaz de publicidade

Um mundo inteiro sem ideias!!!

Sem nada para inventar

Sem nada para maldizer

      

Amor...

Que o amor seja amor

E não um morto por enterrar

Ou entregamo-nos ao sexo e...

Deitamos os sentimentos pela sanita abaixo?!?!?!?

     

Vida...

Faz com que a vida seja vida!!

Faz com que eu não seja escravo

Dessa tua nojenta ideia

Faz com que aquela cama

Não seja a chave de tudo

    

Sexo...

Não ofendam o verbo AMAR

O amor não é prazer

O amor não é um negocio

  

O Amor...

Não é so sexo sexo sexo

 

 

Mané


publicado por Frágil às 11:14
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
Quarta-feira, 12 de Setembro de 2007

O senhor passado....

.

.

" O senhor passado"

 

 

Senhor Mané...

Sou o seu passado

Não tenha medo

Venha comigo para tráz

Vamos passear

Nem que seja so para reavivar a memoria!!!

Acredite que voltar atráz ás vezes é útil

Coragem, siga-me...

Docemente

Intensamente

         

Assim...

 

 

Mané

 


publicado por Frágil às 13:23
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito

Visitors


Counter From POQbum .com
website stats

favoritos

*Laura c`è*

*Chamem a Policia*

*QUEEN*

*Vigaro cá Vigaro lá*

*Perfume Patchouly*

*Grease*

*Just an Illusion*

*Help*

Um anjo da guarda em carn...

Amar é....

pesquisar

 

Posts recentes

A cor das minhas palavras...

„Amores longuinquos“...

Pelos teus Olhos I...

Sexo...

Sem sentido...

Silêncio...

O Amor és TU...

As minhas lágrimas...

Corações fortes...

Amor em plena liberdade.....

A voz da razão...

Carta de Amor Xaparrense....

Carta de desamor, O Amor ...

Nós Romanticos...

Palavras...

Apocalypse...

O sabor de um beijo...

O Infinito...

"Regresso" (2)

O Regresso...

Neste mundo de ladrões...

As Mulheres sabem...

Em órbita...

A quatro olhos...

Com tudo o que temos mais...

Palavras perdidas...

Memories I...*Os dias do ...

Ausente/Presente...

Falta de Tempo...

PARABÉNS

Curta-Metragem...

Guilty pleasures ...

Onde nasce Sol...

Deixa-me RiR...

"Memoria em 6 palavras"

Ma...

Private Property...

Click Me...

Estrela...

Rebelde...

Welcome....Ki

Amores...

Poucas Palavras...

Bolota Luminosa...

O Amor...

Pelos teus olhos...

Guerra...

Calor Frágil...

Nas Nuvens...

Escultura...

Arquivos

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007


Get Your Own Player!