Terça-feira, 6 de Novembro de 2007

Mané...

.

.

„Mané“

 

 

 

Tu que corres sempre e não páras nunca

   Esqueces-te de quanto caminho fizes-te a pé

      Tanto caminho por uma dentada de céu

        E sempre á espera do que acontece amanhã

 

        Quantos amigos tens e não sabes

      Falam de ti no bar com alegria

    Mas aqui no bairro tu não estàs nunca

Passas de vez em quando e não te importas

 

Tu que corres sempre e não páras nunca

    És prisioneiro da liberdade

      Sempre com as málas prontas tu lá vais

        Distraidamente estás a ficar sozinho

 

        O tempo muda e mudam as verdades

      A vida pertence-te cada vez menos

    Os filhos encontram companhia

E tu entendes que não resolves tudo

 

Pára um bocadinho...

Quando dentro já não sentes nada

Pára um bocadinho...

Para entender o que querem as pessoas

Olha-lhes nos olhos...

Onde dormem os sentimentos

              

                E depois perde-te num abraço

 

                                          

  

      Perde-te mesmo sem tempo....

 

 

 

Mané

 

   

 

 

 

         

Music: Xutos & Pontapés (Live) -O Homem do leme

 

tags:

publicado por Frágil às 08:37
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De Simplesmente...eu* a 6 de Novembro de 2007 às 10:38
Mané,
Estou de total acordo com tudo o que acabei de ler. Sem duvida, não paras um pouco e nem tempo para ti tens. Dás sempre tudo pelos outros e nunca se lembram que também precisas de descanso.
Perde-te, mas perde-te sem pensares em mais nada. Pensa em ti não sempre nos outros em 1° lugar.

Simplesmente...perco-me num abraço que te deixo


De Ana a 6 de Novembro de 2007 às 19:57
Quem me dera que fosse eu esse abraço onde tu te perdes sem tempo.
A/Mo-te por tudo e por nada


De KI a 7 de Novembro de 2007 às 02:14
Tudo começa e acaba de repente. Thanks
por toda a locura saudável da virtualidade e pelo tempo que
partilhámos ente megas e bytes.

Beijos.


Comentar post

Visitors


Counter From POQbum .com
website stats

favoritos

*Laura c`è*

*Chamem a Policia*

*QUEEN*

*Vigaro cá Vigaro lá*

*Perfume Patchouly*

*Grease*

*Just an Illusion*

*Help*

Um anjo da guarda em carn...

Amar é....

pesquisar

 

Posts recentes

A cor das minhas palavras...

„Amores longuinquos“...

Pelos teus Olhos I...

Sexo...

Sem sentido...

Silêncio...

O Amor és TU...

As minhas lágrimas...

Corações fortes...

Amor em plena liberdade.....

A voz da razão...

Carta de Amor Xaparrense....

Carta de desamor, O Amor ...

Nós Romanticos...

Palavras...

Apocalypse...

O sabor de um beijo...

O Infinito...

"Regresso" (2)

O Regresso...

Neste mundo de ladrões...

As Mulheres sabem...

Em órbita...

A quatro olhos...

Com tudo o que temos mais...

Palavras perdidas...

Memories I...*Os dias do ...

Ausente/Presente...

Falta de Tempo...

PARABÉNS

Curta-Metragem...

Guilty pleasures ...

Onde nasce Sol...

Deixa-me RiR...

"Memoria em 6 palavras"

Ma...

Private Property...

Click Me...

Estrela...

Rebelde...

Welcome....Ki

Amores...

Poucas Palavras...

Bolota Luminosa...

O Amor...

Pelos teus olhos...

Guerra...

Calor Frágil...

Nas Nuvens...

Escultura...

Arquivos

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007


Get Your Own Player!